Verdades e Mitos

 

 

VERDADES E MITOS SOBRE O GLAUCOMA


O que é possível sentir quando se começa a sofrer de glaucoma?

Ao contrário do que se pensa, o paciente geralmente não percebe que sofre de glaucoma. O glaucoma é insidioso. Na maioria dos casos desenvolve-se lentamente, no transcurso de meses ou anos, sem ocasionar nenhum sintoma. Em geral, a visão vai piorando, até que finalmente começa a afetar o próprio campo visual e pode chegar a estabelece a cegueira permanente. Por isso, é necessário sempre consultar um oftalmologista quando sentir algum sintoma, mesmo que seja pequeno.


É verdade que o risco de sofrer de glaucoma aumenta com a idade?
Sim. O risco de ter glaucoma aumenta com a idade, sendo mais comum após os 40 anos. Além disso, pessoas com casos de glaucoma na família têm risco maior de apresentar a doença. Portanto, os adultos com história familiar de glaucoma devem ser examinados periodicamente pelo oftalmologista.


Uma vez tratado, estarei curado?
Não. Mas ele pode ser controlado. Uma maneira é através de medicamentos. A outra é usar um laser específico para criar pequenas aberturas na íris e permitir o escoamento do líquido (humor aquoso) normalmente. Após um tratamento com laser, alguma medicação para glaucoma é usualmente necessária em casos específicos.


A visão perdida será reestabelecida com o tratamento do glaucoma?
Não. O tratamento visa retardar a evolução da doença. Os danos já causados não podem ser recuperados.

VERDADES E MITOS SOBRE A MIOPIA


É possível fazer a miopia regredir com exercícios?
Não há "fisioterapia" para corrigir a dificuldade de enxergar. Existem, porém, exercícios para casos de estrabismo.


É verdade que as lentes de contato "estacionam" a miopia?
Não. Se assim fosse os oftalmologistas receitariam lentes de contato para crianças míopes quando elas ainda apresentassem graus insignificantes, ou seja, cortariam o mal pela raiz. O que ocorre, na realidade, é que a época em que se costuma prescrever as lentes geralmente coincide com a idade em que a miopia estaciona naturalmente, após os 20 anos. Porém, devemos fazer exames desde crianças.


A cirurgia de miopia elimina para sempre o uso de óculos?
O objetivo da cirurgia da miopia é minimizar ao maximo o uso de óculos ou lentes de contato buscando a redução ou eliminação total do grau. A possibilidade de “zerar” o grau é de aproximadamente 96%, mas ainda existe 4% de chance de restar algum grau.


Filhos de pais míopes ou hipermétropes também terão que usar óculos?
As deficiências visuais podem, de fato, fazer parte da herança genética de uma pessoa. Mas isso não quer dizer que a característica será passada diretamente de pai para filho. Uma criança cujos pais tenham miopia, hipermetropia ou astigmatismo pode nascer com os olhos normais, mas a chance de virem a ter problemas é maior.


É verdade que quem sofre de miopia enxerga menos à noite?
Sim, mesmo com óculos. As células dos olhos do míope têm mais dificuldade de adaptação à escuridão.


VERDADES E MITOS SOBRE A CATARATA


Catarata é uma membrana que cobre os olhos?
Não, esta membrana é chamada de pterígio, que vem a ser a formação de um tecido conjuntivo que quando provoca irritação, por razões estéticas ou se desenvolve muito, atingindo a região central da córnea, deve ser removido cirurgicamente.


Ter algum parente que já sofreu de catarata aumenta minhas chances de ter doença?
Mais uma relação que não corresponde às verdades sobre a doença. Nenhum estudo comprova que o fato de algum parente já ter sofrido com a catarata aumenta as possibilidades de você também desenvolver o problema. A melhor maneira de preveni-la é freqüentar o oftalmologista anualmente.


Ser diabético auxilia no desenvolvimento da catarata?
A incidência de catarata realmente é maior na população diabética devido ao sorbitol (poliálcool resultante do metabolismo do açúcar), que se acumula no cristalino. Já em situações de hiperglicemia, o cristalino absorve água e é ampliado, provocando miopia no paciente. À medida que a taxa de açúcar no sangue volta aos níveis normais, o cristalino se desidrata e retoma o tamanho original. A repetição dessa situação, no entanto, altera as fibras da estrutura do cristalino, resultando em opacificação.


VERDADES E MITOS SOBRE O ASTIGMATISMO


O astigmatismo pode causar dor de cabeça?
Sim. A doença pode provocar dor de cabeça nos momentos em que se fazem esforços visuais. Porém, isto não é a causa de dores de cabeça que se apresentem de forma intensa e freqüente.


É verdade que o astigmatismo "borra" a visão?
Quem sofre de astigmatismo enxerga os objetos de forma borrada, como se as imagens estivesse desfocadas. Isso acontece devido a uma irregularidade da córnea, que faz com que o raio de luz sofra um desvio antes de atingir a retina, parte do olho que recebe os estímulos visuais.


Redes Sociais



 

 

LiveZilla Live Help

 

 

 

Fale Conosco